Carregando...

Cirurgia Plástica das Orelhas ( Otoplastia )

ORELHAS EM ABANO
TÉCNICA AVANÇADA DR. JÚLIO STÉDILE
CORRECÃO DE DEFORMIDADES DAS ORELHAS

orelhas_01Dr. Júlio Stédile desenvolveu um método revolucionário para correção de orelhas em abano que consiste na associação de refinamentos técnicos para o reposicionamento da cartilagem da orelha.

A TÉCNICA DESENVOLVIDA BASEIA-SE NO ESTUDO DA DINÂMICA DOS TECIDOS CARTILAGINOSOS. O adequado manejo na dinâmica das convexidades das cartilagens determinam o reposicionamento da orelha em relação ao crânio. ESTE MÉTODO PARA REPOSICIONAMENTO DAS ORELHAS consiste na realização de incisões e microincisões para remodelar as convexidades cartilaginosas associadas ao manejo de ligamentos internos da orelha.

orelhas_02VANTAGENS: Esta técnica permite o reposicionamento das estruturas das orelhas eliminando totalmente a necessidade de pontos internos ou uso de faixas na cabeça por período superior a 48 horas. Este método reduz drasticamente o período de recuperação pós operatório e proporciona suavidade nas dobras das cartilagens o que confere em aspecto natural. Esta técnica pode ser realizada em adultos e crianças acima de 4 anos de idade sob anestesia local e também ser associada a outras cirurgias da face.

TAMBÉM SE BENEFICIAM COM ESTA TÉCNICA pacientes que já haviam se submetido a uma ou mais cirurgias plásticas nas orelhas e que não obtiveram resultado estético satisfatório.

Com um ano de idade a Orelha mede aproximadamente 5 cm de altura vertical e 85% do crescimento da orelha já está adquirido aos 3 anos de idade. Em contraste do crescimento de outras cartilagens como a do nariz, o crescimento da cartilagem auricular já está praticamente completo aos 5 ou 6 anos. Isto permite a correção cirúrgica em crianças a partir dos 5 anos sem prejuízo do crescimento da orelha.

A Orelha de Abano ocorre em aproximadamente 5% da raça caucasiana. No entanto a miscigenação das raças vêm aumentando a incidência também em mestiços. Normalmente, os pacientes com Orelha de Abano apresentam história familiar positiva em cerca de 40% dos casos. Crianças e adultos que procuram pela Correção Cirúrgica, frequentemente são vítimas de discriminação ou apelidos pejorativos que levam a uma baixa da auto-estima.

LEMBRE-SE:

As Orelhas podem ficar sensíveis ao toque por vários meses após a cirurgia. Evite comparar uma orelha com a outra imediatamente após a cirurgia. As duas Orelhas nunca, mesmo antes como depois da correção são perfeitaqmente simétricas. Pequenas assimetrias são normais e geralmente imperceptíveis aos outros.

orelhas_03Dr. Júlio Stédile tem uma vasta experiência em cirurgia plástica e otorrinolaringológica, sendo uma das autoridades mundiais nesta área.

SEJA SÁBIO NA ESCOLHA DO SEU CIRURGIÃO. Existe uma diferença significativa na qualidade do trabalho médico assim como acontece em outras profissões (advogados, professores, políticos, pedreiros, carpinteiros, baby-sitters, encanadores, etc.).

DIFERENTES CIRURGIÕES TEM FORMAÇÕES DIFERENTES, TEM DIFERENTES FORMAS DE TRABALHAR, TEM DIFERENTES PERCEPCÕES ESTÉTICAS E APRESENTAM DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS NOS SEUS RESULTADOS CIRÚRGICOS.

• O Dr. Júlio Stédile recebeu pelo desenvolvimento da técnica de Finesse em Otoplastia o PRIMEIRO PRÊMIO no VI CONGRESSO LATINO AMERICANO DE OTORRINOLARINGOLOGIA E CIRURGIA PLÁSTICA FACIAL realizado em Lima, Peru.

• Recebeu também o PRIMEIRO PRÊMIO da UNIVERSITY OF MIAMI SCHOOL OF MEDICINE, nos Estados Unidos, pelo desenvolvimento de técnicas de FINESSE EM OTOPLASTIA.

• Premiação e reconhecimento recebido da American Society of Cosmetic Medicine & Surgery no VI International Congress pela técnica "Finesse in Otoplasty in four steps"
Novembro/2012
Orlando, FL - USA


Entre em contato

Telefones
(51) 3273-4210
(51) 2111-1017 / (51) 2111-1018
Endereço
Av. Dr. Nilo Peçanha, 2825 sala 1403
( em frente ao Shopping Iguatemi )
Bairro Três Figueiras
Porto Alegre
Rio Grande do Sul
Brasil
Todos os campos são necessários