A+ A A-
Menu
Loading
http://stedile.med.br/modules/mod_image_show_gk4/cache/blankinterna.pnglink

Dr. Júlio Stédile, M.D.

Cirurgia Plástica Facial & Otorrinolaringologia

Cirurgia Plástica Facial
&
Otorrinolaringologia

Mamoplastia de Aumento

PRÓTESE DE MAMA

 

A mamoplastia de aumento é feita quando se deseja aumentar o volume das mamas. No mesmo momento cirúrgico, podemos realizar a mastopexia, que é a plástica feita para o levantamento das mamas, corrigindo a ptose através da retirada do excesso de pele. A prótese de silicone pode ser implantada por três diferentes acessos: periareolar, sulco submamário e axila, e são posicionadas logo atrás da glândula mamaria ou atrás do músculo peitoral. Atualmente, não existe a obrigatoriedade de troca. As opções de tamanho e modelo das próteses deverão estar relacionadas com base no biótipo e no desejo de cada paciente.

Anestesia: Geral, peridural ou local com sedação.

  • Tempo de cirurgia: de 1 a 2 horas (mamoplastia de aumento).
  • Tempo de cirurgia: ate 4,5 horas (mamoplastia de aumento + mastopexia).
  • Internação: de 12 a 24 horas.

PERGUNTAS MAIS COMUNS:

1) A Mamoplastia de Aumento deixa cicatrizes? Aonde?
Toda cirurgia deixa cicatrizes. Na mamoplastia de aumento costuma ser pequena e com uma localização oculta, o que a torna discreta. O tamanho da cicatriz será o menor possível para colocar a prótese de mama, geralmente 4cm (dependendo do tamanho e do material da prótese). A cicatriz dependerá da via escolhida para colocar a protese. Poderá ser submamária, periareolar ou na axila. Quando a mamoplastia de aumento for associada a mastopexia, a cicatriz poderá ser periareolar, vertical e no sulco mamário. Alguns pacientes apresentam tendência a formação de quelóide ou cicatriz hipertrófica em razão de tendências genéticas. Pessoas de pele clara tem menor tendência de apresentar este tipo de complicação cicatricial. Já as pessoas de pele morena ou orientais, apresentam maior predisposição a formação de queloide ou cicatriz hipertrófica. Em caso de ocorrência de queloide ou cicatriz hipertrófica, existem recursos clínicos e cirúrgicos que permitem melhorar ou camuflar a cicatriz inestética.

2 – Qual é a forma e volume ideal da prótese de mama?
Deve haver uma harmonia entre o volume e a forma da prótese com o tamanho do tórax do paciente e de acordo com o biótipo do individuo. Assim, cada paciente tem uma prótese de mama ideal de acordo com as suas características físicas e psíquicas, que será escolhida, de comum acordo médico-paciente.

3) Em quanto tempo poderei ver o resultado definitivo?
A forma definitiva das mamas somente serão alcançadas após o sexto mês.

4) No caso de gravidez, o que acontece?
A glândula mamaria aumenta, causando uma distensão da pele que poderá não retornar ao normal após a lactação. Neste caso, poderá ocorrer uma ptose (queda da mama) que poderá exigir uma correção cirúrgica. A prótese, entretanto, não sofre alterações com a gravidez ou amamentação. A prótese de mama não interfere na amamentação nem no crescimento mamário, pois tanto a prótese colocada submuscular, quanto a submamária fica situadas abaixo da glândula, não interferindo de nenhuma forma.

5) É doloroso o pós-operatório desta cirurgia?
Poderá ocorrer alguma manifestação dolorosa, que devera ceder com o uso de analgésicos receitados. Lembramos que e importante obedecer as instruções medicas, especialmente no que se refere a movimentação dos braços nos primeiros dias. Normalmente a prótese de mama colocada abaixo do músculo é mais dolorosa do que colocada acima.

6) Ocorre alguma alteração na sensibilidade das mamas?
É comum alguma alteração da sensibilidade após a introdução das próteses. O retorno até a normalidade poderá demorar alguns meses.

7) O que é contratura da cápsula da prótese?
Na linguagem leiga, é referida como rejeição da prótese de mama. Mas, na realidade, é uma retração exagerada da cápsula fibrosa que o organismo forma em trono da prótese que deixa a região endurecida ao tato. Estima-se que em 5 por cento dos casos podem estar sujeitos a retração. Se esta retração for muito acentuada será necessário a retirada da prótese, sendo a conduta a ser tomada a que melhor se adapte ao caso concreto. Esta retração da cápsula advêm de um comportamento anômalo do organismo do paciente.

8) É possível associar outros procedimentos à Prótese de mama?
Depende do procedimento, embora seja muidto comum a associação de outras cirurgias plásticas tais como a rinoplastia, abdominoplastia, lipoaspiração, etc. A associação de cirurgias devera ser avaliada pelo cirurgião, em razão das condições gerais do paciente e do aumento do tempo cirúrgico

9 - A prótese mamaria podem interferir em exames como a mamografia, ressonância magnética e ultra cenografia?
É importante citar a existência das próteses na hora da marcação e realização do exame. Assim o profissional que o realizar tomará as devidas medidas técnicas para fazê-lo com segurança e evidenciar as eventuais alterações, caso existam.

CUIDADOS PRÉ-OPERATÓRIOS

  1. Informar a equipe medica ate dois dias antes da operação da ocorrência de gripe, indisposição ou febre.
  2. Suspender todo e qualquer medicamento para emagrecer que esteja utilizando por um período mínimo de 14 dias antes da cirurgia.
  3. O comportamento pré-operatório também é fundamental para o sucesso da cirurgia. Por pelo menos 15 dias antes da cirurgia não deve fazer uso excessivo de medicamentos ou álcool, especialmente para o cigarro a abstenção deverá ser de pelo menos 1 mês antes do procedimento.No caso de diabéticos e hipertensos será necessário que tenham seus quadros clínicos controlados.
  4. São solicitados exames essenciais como eletrocardiograma, hemograma, coagulo grama, glicemia de jejum , eletrólitos , anti-hiv, urina e mamografia. Pacientes com doenças crônicas necessitam exames específicos e avaliação clinica antes da cirurgia.
  5. O cirurgião deve ser comunicado sobre o uso de qualquer medicamento pois alguns medicamentos podem contribuir para o risco de hemorragia: ácido acetil salicílico(aspirina), antiinflamatórios não esteróides, anticoagulantes, vitamina E , vitamina C, ginkgo biloba , ginseng, alho, bebidas alcoólicas e alguns medicamentos homeopáticos usados continuamente.
  6. O paciente deve programar as suas atividades laborais e sociais de modo a não se tornar indispensável para outras pessoas, por um período mínimo de 21 dias.

TÉCNICA CIRÚRGICA

A prótese de mama pode ser colocada através de 3 incisões diferentes (periareolar = envolta da aréola, submamária = no sulco da mama ou axilar = através da axila). A localização da prótese também pode ser dois espaços diferentes: embaixo da glândula ou abaixo do músculo. Cada método tem suas vantagens e desvantagens, devendo ser a escolha feita em conjunto pelo médico e paciente, após discussão sobre os prós e contras de cada técnica.

  1. A incisão poderá ser submamária, periareolar ou axilar.
  2. Descola-se o plano em que a proterse será colocada formando um espaço vazio (sob o músculo ou sob a glândula mamaria.
  3. Insere-se a prótese mamaria.
  4. Suturam-se os planos anatômicos
  5. E colocado um dreno, que é retirado após alguns dias, para que as secreções formadas não fiquem coletadas junto à prótese.
  6. A duração do ato cirúrgico gira em torno de 30 a 90 minutos.

CUIDADOS NO PÓS-OPERATÓRIO:

  1. O dreno é retirado geralmente no 1º ou 2º dia pós-operatório.
  2. Evite molhar o curativo até que seja autorizado a fazê-lo.
  3. Alimentação normal, salvo casos especiais.
  4. As suturas são, em sua maioria, internas. Os pontos externos são removidos entre o décimo e o décimo quinto dias.
  5. Deve ser evitado toda e qualquer atividade vigorosa, principalmente movimento bruscos dos braços e levantamento de objetos pesados por 4 a seis semanas.
  6. Devido a processo inflamatório pós-cirúrgico, poderão ocorrer alterações na cor e na textura da pele e certo endurecimento do seio, que desaparecerão em torno de 20 dias. Para aliviar estas alterações , o cirurgião pode recomendar um programa de massagem.
  7. Não deve tomar nenhum tipo de medicamento que não seja prescrito pelo seu médico
  8. Não expor a área operada ao sol por dois meses.
  9. Mesmo que o paciente esteja sentindo-se muito bem fisicamente, não deve esquecer que deve manter o resguardo para atividades físicas de esforço por 60 dias.
  10. Usar um sutiã especial por, no mínimo, 30 dias.

COMPLICACÕES:
Podem ocorrer hematoma, seroma, infecção, extrusão da prótese, contratura da cápsula que é formada ao redor da prótese e problemas de ordem anestésica.

RESULTADO DEFINITIVO:
O resultado quanto à forma já é bastante evidente no pós operatório imediato. Durante o primeiro mês há uma redução do edema (inchaço) a medida que o processo cicatricial evolui. Como toda Cirurgia Plástica, a análise do resultado da mamoplastia de aumento normalmente se observa após o 6º mês.

SEJA SÁBIO NA ESCOLHA DO SEU CIRURGIÃO. Existe uma diferença significativa na qualidade do trabalho médico assim como acontece em outras profissões (advogados, professores, políticos, pedreiros, carpinteiros, baby-sitters, encanadores, etc.).

LEMBRE-SE QUE : DIFERENTES CIRURGIÕES TEM FORMAÇÕES MEDICAS DIFERENTES, TEM DIFERENTES FORMAS DE TRABALHAR, TEM DIFERENTES PERCEPCOES ESTÉTICAS E APRESENTAM DIFERENÇAS SIGNIFICATIVAS NOS SEUS RESULTADOS CIRÚRGICOS

Endereço

Dr. Júlio Stédile M.D.
Av. Dr. Nilo Peçanha, 2825/1403 CEP 91330-001
Bairro Três Figueiras - Porto Alegre/Rio Grande do Sul - Brasil
( Esquina com a João Wallig em frente ao Shopping Iguatemi )
Telefone: (51) 2111-1017 / (51) 2111-1018

Pesquisa

Redes Sociais